sábado, 24 de novembro de 2007

A carne

A carne, porém, com seu sangue, isto é sua vida, sua alma não comereis."


A questão ética do vegetarianismo diz respeito a todos nós, não importando se gostamos ou não de animais. O respeito é a base do convívio em sociedade e o homem é um animal social. Mas o contrário do que acontece hoje, esse respeito não deve se restringir a nossa espécie. O futuro será o resultado de nossas ações no presente e enquanto não aprendemos a praticar e a ensinar a compaixão e o respeito, estaremos garantindo em futuro violento e injusto.

Apenas no Brasil, diariamente, cerca de 3 milhões de animais são mortos nos abatedouros. Além da morte violenta e injusta, recebem ainda tratamento desumano durante toda a vida. Mutilados e mantidos em instalações superlotadas, são manipulados sem escrúpulos de forma a produzir maiores lucros para os criadores.

Está nas mãos e cada um de nós mudar o mundo, começando por nós mesmos. Excluir de nossas vidas os produtos da morte e do sofrimento injustificáveis é um grande passo na construção de um futuro melhor.

É mais fácil do que parece e mais recompensador do que se possa imaginar. Qualquer pessoa, de qualquer idade, sexo, cor, religião, opção sexual, nacionalidade ou classe social pode abrir seu coração e sua mente para a ética vegetariana.


"Não comerei coisa alguma com sangue, não agourareis, nem adivinhareis"


Enviada por Mañjari Priya Devi dasi

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget