domingo, 25 de novembro de 2007

namas te ‘stu damne shurad dipti-dhamne

tvadiyodarayatha visvasya dhamne

namo radhikayai tvadiya priyayai

namo ‘nanta-lilaya devaya tuhyam (8)


namas te ‘stu damne shurad dipti-dhamne

tvadiyodarayatha visvasya dhamne

namo radhikayai tvadiya priyayai

namo ‘nanta-lilaya devaya tuhyam (8)



Ó Damodara! Ofereço pranama a refulgente corda que amarra Sua cintura. Também ofereço pranama a Sua barriga que é a fonte da refulgência Brahman e o esteio do universo inteiro. Repetidamente ofereço pranama a Srimati Radhika, Sua mais querida amada e também ofereço pranama centenas de vezes aos Seus maravilhosos passatempos ilimitados.*
! Ofereço pranama a refulgente corda que amarra Sua cintura. Também ofereço pranama a Sua barriga que é a fonte da refulgência Brahman e o esteio do universo inteiro. Repetidamente ofereço pranama a Srimati Radhika, Sua mais querida amada e também ofereço pranama centenas de vezes aos Seus maravilhosos passatempos ilimitados.*




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget