domingo, 25 de novembro de 2007

Sua face de lótus

idam te mukhambhojam avyakta-nilair

vrtam kuntalaih snigdha-raktais ca gopya

muhus cumbitam bimba-raktadharam me

manasy avirastam alam laksa-labhaih (5)



He Deva! Que Sua face de lótus que é emoldurada por Seus cachos de negros cabelos brilhantes que pendem como cascatas, que é beijada por Mãe Yasoda repetidas vezes e que é embelezada por lábios tão vermelhos quanto às frutas bimba, sempre permaneça visível em meu coração – milhões de outras obtenções são inúteis para mim.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget